4 de dez de 2008

Saudade


Saudades ,doces saudades
Do tempo que não volta mais
Da tua, voz teu sorriso
Dos nossos dias de paz
Saudades da, tua boca
Da tua pele,de tudo enfim
Saudades, do cheiro das rosas
Que sempre trazias pra mim.
Saudades da, primavera
Quando te fosses, pra não mas voltar
Mesmo sabendo ser inútil á espera
As saudades me trazem, a luz do teu olhar.
Saudades nas noites, de estrelas cadentes
No brilho da lua.
Ou no sol reluzente.
No som do riacho, nas ondas do mar
No pingo da chuva, ou no grilo a cantar.
Saudade! Saudades! está á machucar.
Nos dias de inverno, nas noites a sonhar
Pior que a saudade, é saber que agora.
Tu foste embora pra não mais voltar.

(Mara Laurentino)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários apenas sobre poesias.